O Torcedor #01

O Princípio da “Gorada”

“Gol! Ah que pena… Perdeu um gol feito!”

– Quem chamou esse cara?

– Eu chamei, ele é o meu primo!

– Você não explicou para ele o Princípio da Gorada?

– Não, mano! Ele não conhece.

– Não acredito mano!

– O que é o Princípio da Gorada?

– Resumidamente, primo, quando gritamos gol antes do nosso time concluir a jogada é 100% de certeza que o gol não sairá. Então, no ataque do nosso time, ficamos calados sem esboçar reação.

– Nada a ver!

– Nada a ver? Quem chamou esse cara?

– Primo, temos observações relevantes. Pense que é como uma tese científica e ela tem efeito. É incrível, não falha. Testamos durante muito tempo e estamos aplicando nesse campeonato.

– Sei…

– Confia.

– Huuuum… Agora é caixa!

– Uai, você está torcendo pelo time adversário?

– Mano… Eu insisto, quem chamou esse cara?

– Primo, o Princípio da Gorada serve para toda a situação de gol, de maneira que podemos manipulá-lo a nosso favor. Então, toda vez que o time adversário ataca, nós gritamos Gol ou expressões que lembrem o tento no futebol.

– Ah, entendi.

– Espero que sim, primo do mano. Que isso não se repita mais.

– Escanteio para eles.

– Agora é gol!

– Cara… Mano… Gol deles! Não vai dar. Você não poderá trazer mais o seu primo aqui.

– Mas eu gritei gol no ataque do adversário!

– Primo, se não for de coração, não dá certo.

– Como é?

– Sério mano. Desse jeito nós vamos perder o jogo.

– Esse Princípio é muito complexo. Vou à cozinha buscar mais cerveja.

– Boa primo.

– Mano, sua sorte é que seu primo trouxe a…

– …

– GOOOOOOOOOL!!!!

– Olha aí, não falha!

– Foi gol?

– Você terá que ficar na cozinha, infelizmente. Empatamos sem você aqui.

– Mas eu quero ver o jogo.

– Mano quem chamou esse cara?

Publicado por Luís Fernando

Desde criança tive gosto por escrever e desenhar. Quando descobri Luís Fernando Veríssimo na minha adolescência, carinhosamente chamado por mim de Xará Veríssimo (mas isso ele não sabe, ou talvez já saiba!), formou-se o tripé atômico Leitura-Escrita-Desenho. Nas andanças da vida, meu caminho se desviou um pouco dessa área, graduei-me em Farmácia. Com muita ajuda de terapia e autoconhecimento, (re)descobri ser essa a minha paixão e meu chamado. Atacar de escritor, pelo menos por aqui. Na hora de escrever, eu misturo as minhas observações de mundo com os estudos sobre filosofia, livros que li dos diversos autores que me inspiram, animes e filmes que assisti, bato tudo no liquidificador e compartilho. É bem legal! A minha intenção é que o produto do meu trabalho possa tocar a alma de outra pessoa, assim como toca a minha. Espero que você se divirta ao ler as minhas histórias como eu me diverti ao escrevê-las.

4 comentários em “O Torcedor #01

  1. Adorei essa crônica maninho! Ah pesoal e a parada da gorada é a mais pura verdade! É uma lenda mesmo, já a vi funcionando uma porção de vezes, mas como diz na crônica, tem que vir do coração senão não funciona.

    Curtido por 1 pessoa

  2. A técnica da gorada funciona. Eu vi várias vezes.
    Posso ouvir as vozes e ver os rostos de quem inspirou essa crônica.
    Qualquer semelhança não terá sido mera coincidência kkkkk
    Você teve as manhas nessa crônica.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: