P.I.S.T.A. #01

O que é P.I.S.T.A.?

Olá, caro leitor do outro lado da telinha! Em uma das minhas viagens no Vale da Mirabolância ( este é o nome que eu dei para as minhas flexões de mente), motivado e inspirado pelo mestre da criatividade brasileira Murilo Gun (como eu já disse em um outro post, se você não o conhece, procure saber sobre esse cabra!), eu tive um insight bem louco. 

Murilo em uma aula do seu curso chamado Reaprendizagem Criativa (phodaralho, recomendo!) discorreu sobre o que ele e seus amigos batizaram de Gravidade Zero. Um conceito bem interessante que se desenvolve em torno de uma pergunta central: “O que te faz ficar leve na vida?

E a pegada é holística, é uma tentativa de unificar as coisas boas em todas as áreas da vida. Um hardwork, como Murilo gosta de falar. Não raramente, temos a percepção de estar bem em uma área da vida e capenga em outra. Bem na área profissional, mas capenga na área de relacionamento afetivo, por exemplo. 

E vejam, eu disse percepção, porque acredito que é uma crença limitante. Como aquela velha frase “Azar no jogo, sorte no amor”. Uai, porque não posso ter sorte no jogo e sorte no Amor? Quem disse que isso é proibido?

Enfim, no meio dessa minha viagem mirabolante, me veio a ideia de P.I.S.T.A. “O que é isso, Luís, ‘pelamordedeus’! Algo a ver com estar na pista para negócio?” Não sei se o caro leitor do outro lado da telinha pensou nisso, porque eu pensei durante a minha conversa interna. Vou te dar uma pista, agora! A estrada é longa!

P.I.S.T.A. é o acrônimo de Prosa Inventiva (pra) Sortá (os) Trem Acumulado (assim mesmo, bem no “mineirês”). 

Estou lançando aqui um cantinho para que possamos trocar as roupas pesadas por peças mais confortáveis, formatar nosso hardware mental, formatar nossas crenças e rodar um sistema com mais leveza, velocidade e liberdade.

“Assumir a missão de alcançar a essência do ESTAR humano e do SER espiritual.” Essa frase tão bonita eu ouvi em uma das aulas do Murilo Gun com sua turma de amigos, Tânia Mujica, Renan Hannouche e Dante Freitas.

Então é isso meu caro leitor, vamos “sortá” os “trem acumulado” para viver com mais leveza e cumprir nossa jornada humana, que acredito ser a evolução da nossa consciência. Qual a pista a vida está lhe dando?

Publicado por Luís Fernando

Desde criança tive gosto por escrever e desenhar. Quando descobri Luís Fernando Veríssimo na minha adolescência, carinhosamente chamado por mim de Xará Veríssimo (mas isso ele não sabe, ou talvez já saiba!), formou-se o tripé atômico Leitura-Escrita-Desenho. Nas andanças da vida, meu caminho se desviou um pouco dessa área, graduei-me em Farmácia. Com muita ajuda de terapia e autoconhecimento, (re)descobri ser essa a minha paixão e meu chamado. Atacar de escritor, pelo menos por aqui. Na hora de escrever, eu misturo as minhas observações de mundo com os estudos sobre filosofia, livros que li dos diversos autores que me inspiram, animes e filmes que assisti, bato tudo no liquidificador e compartilho. É bem legal! A minha intenção é que o produto do meu trabalho possa tocar a alma de outra pessoa, assim como toca a minha. Espero que você se divirta ao ler as minhas histórias como eu me diverti ao escrevê-las.

Um comentário em “P.I.S.T.A. #01

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: