P.I.S.T.A. #02

LUÍS NA COVA DOS LEÕES Olá caro leitor do outro lado da telinha! Você está lendo a Prosa Inventiva (pra) Sortá (os) Trem Acumulado. Quer saber o que é P.I.S.T.A.? Eu explico no primeiro post desta categoria. Durante as passagens dos meus anos de vida, eu ouvi as pessoas dizerem diversas coisas a meu respeito.Continuar lendo “P.I.S.T.A. #02”

As aventuras do detetive Ted Rocky #02

O ponta desaparecido Havia acabado de voltar com um pacote de biscoito cream-cracker e um Toddynho para o almoço devido ao baixo orçamento, quando três rapazes entraram na sala. Levantei as mãos rapidamente por instinto pensando ser um assalto. Por sorte, não era. Os três rapazes estavam uniformizados, camisas brancas com uma listra transversal laranja.Continuar lendo “As aventuras do detetive Ted Rocky #02”

P.I.S.T.A. #01

O que é P.I.S.T.A.? Olá, caro leitor do outro lado da telinha! Em uma das minhas viagens no Vale da Mirabolância ( este é o nome que eu dei para as minhas flexões de mente), motivado e inspirado pelo mestre da criatividade brasileira Murilo Gun (como eu já disse em um outro post, se vocêContinuar lendo “P.I.S.T.A. #01”

As aventuras do Detetive Ted Rocky #01

Ted Rocky e o estagiário Ted Rocky detetive particular, ex-pugilista, herdeiro de um escritório de advocacia. Vim de uma família abastada. Abri mão da carreira no Direito e decidi o meu próprio caminho. A pindaíba de um detetive autônomo. Gosto de aventuras. Já me acusaram de abestado. Não ligo. Herdei os olhos de minha mãeContinuar lendo “As aventuras do Detetive Ted Rocky #01”

Pílulas de sabedoria da Rita Bee #01

Tudo está conectado Era tarde de domingo, a abelhinha Lina Bee apareceu para tomar o tradicional mel, comer favinhos e escutar as histórias cheias de sabedoria contadas pela filósofa vovó Rita Bee, a abelha. Lina Bee tem o espírito aventureiro, é muito curiosa e questionadora. Vovó Rita Bee é acolhedora e amansa a vontade deContinuar lendo “Pílulas de sabedoria da Rita Bee #01”

Como surgiu a ideia do blog?

Escrever para me divertir. “E se alguém pudesse ler, também se divertiria? Quem sabe?” Sabe quando você está no piloto automático? Você tem uma rotina, tem um trabalho, tem os afazeres domésticos, mas tudo meio cinza? Nessas alamedas de penumbra que a vida nos proporciona, tive o meu contato com aquele ser sábio que habitaContinuar lendo “Como surgiu a ideia do blog?”