Poeminhas ligeiros – “O BARBEIRO DE PLANTAS” #16

TAT TVAM ASI, TU ÉS ISTO Tat Tvam Asi. Tu és isto. A consciência em um veículo. Entre milhões de sinapses, dentro da fenda escura. Tu és isto. Milhões de pensamentos que tomaram um corpo físico, em um finito trecho no Tempo, no Universo infinito. Dentro da brecha bioelétrica, entre fenômenos biomagnéticos… Tu és isto.Continuar lendo “Poeminhas ligeiros – “O BARBEIRO DE PLANTAS” #16″