AS CAMADAS QUE ME FAZEM CHORAR

P.I.S.T.A. #22 Olá cara leitora e caro leitor do outro lado da telinha. Vamos de prosa, prá sortá os trem acumulado? Frequentei um grupo de Pathwork e ali muitos estalos foram me ocorrendo. Foi a partir dali também que passei a me interessar mais em filosofia e estudos sobre autoconhecimento. Como já disse em outraContinuar lendo “AS CAMADAS QUE ME FAZEM CHORAR”

Jardineiro de dentro

P.I.S.T.A. #20 Olá caro leitor do outro lado da telinha! Hoje tem Prosa (pra) Sortá (os) Trem Acumulado. Bora viajar nessa pista. Li certa vez uma frase de Rubem Alves: “Se eu não fosse escritor acho que seria um jardineiro. No paraíso, Deus não construiu altares e catedrais. Plantou um jardim. Deus é um jardineiro.Continuar lendo “Jardineiro de dentro”

P.I.S.T.A. #17

ALERGIA A “DOMINGO À TARDE” Domingo. Após as dezessete horas é batata: a alergia aparece com ataques de espirros e coceiras. Um trabalho intenso do corpo rejeitando a segunda-feira que se iniciará em algumas horas. Não se trata da segunda, e sim do que significa o dia: retorno a uma rotina não raramente estressante eContinuar lendo “P.I.S.T.A. #17”

P.I.S.T.A. #16

Escrevi quase por querer Olá caro leitor do outro lado da telinha! Hoje tem Prosa (pra) Sortá (os) Trem Acumulado. Bora viajar nessa pista. Ouvi no rádio outro dia a música “Quase sem querer” do Legião Urbana. Música linda. Letra magnífica. Levanto discussão sobre uma parte, quando Renato e confrades dizem que já não souContinuar lendo “P.I.S.T.A. #16”

P.I.S.T.A. #12

(Des) Aprendizagem sustentada Olá caro leitor e cara leitora do outro lado da telinha! Hoje tem Prosa Inventiva (pra) Sortá (os) Trem Acumulado. Viaje nesta pista comigo! A grande arte de ser feliz é aprender a desaprender. Rubem Alves quem me disse. É esvaziar o balde para poder reciclar as coisas. Balde cheio não (re)Continuar lendo “P.I.S.T.A. #12”

P.I.S.T.A. #08

REVOLUÇÃO Olá, caro leitor do outro lado da telinha! A prosa inventiva (prá) sortá (os) trem acumulado está no ar! Hoje eu completo mais uma revolução solar. É a trigésima quinta vez que eu testemunho o Sol passar naquela mesma posição em algum lugar do Universo na casa de Gêmeos. Nem sempre consciente, é verdade.Continuar lendo “P.I.S.T.A. #08”

P.I.S.T.A. #06

TERÇA-FEIRA Dia vinte e cinco de maio de dois mil e vinte um. Leio uma crônica de Veríssimo que contém a frase “as datas deveriam nos fixar no tempo como as coordenadas geográficas nos fixam no espaço, mas a analogia não funciona”. A crônica se chama “A primeira terça”. Curioso é que este dia vinteContinuar lendo “P.I.S.T.A. #06”

P.I.S.T.A. #02

LUÍS NA COVA DOS LEÕES Olá caro leitor do outro lado da telinha! Você está lendo a Prosa Inventiva (pra) Sortá (os) Trem Acumulado. Quer saber o que é P.I.S.T.A.? Eu explico no primeiro post desta categoria. Durante as passagens dos meus anos de vida, eu ouvi as pessoas dizerem diversas coisas a meu respeito.Continuar lendo “P.I.S.T.A. #02”