Jardineiro de dentro

P.I.S.T.A. #20 Olá caro leitor do outro lado da telinha! Hoje tem Prosa (pra) Sortá (os) Trem Acumulado. Bora viajar nessa pista. Li certa vez uma frase de Rubem Alves: “Se eu não fosse escritor acho que seria um jardineiro. No paraíso, Deus não construiu altares e catedrais. Plantou um jardim. Deus é um jardineiro.Continuar lendo “Jardineiro de dentro”

P.I.S.T.A. #16

Escrevi quase por querer Olá caro leitor do outro lado da telinha! Hoje tem Prosa (pra) Sortá (os) Trem Acumulado. Bora viajar nessa pista. Ouvi no rádio outro dia a música “Quase sem querer” do Legião Urbana. Música linda. Letra magnífica. Levanto discussão sobre uma parte, quando Renato e confrades dizem que já não souContinuar lendo “P.I.S.T.A. #16”

P.I.S.T.A. #13

LEGADO Certa vez Rubem Alves escreveu: “Vou plantar uma árvore. Será o meu gesto de esperança. Mas o mais importante de tudo: ela terá que crescer devagar. Tão devagar que à sua sombra eu nunca me assentarei. O primeiro a plantar uma árvore à cuja sombra nunca se assentaria foi o primeiro a pronunciar oContinuar lendo “P.I.S.T.A. #13”

P.I.S.T.A. #12

(Des) Aprendizagem sustentada Olá caro leitor e cara leitora do outro lado da telinha! Hoje tem Prosa Inventiva (pra) Sortá (os) Trem Acumulado. Viaje nesta pista comigo! A grande arte de ser feliz é aprender a desaprender. Rubem Alves quem me disse. É esvaziar o balde para poder reciclar as coisas. Balde cheio não (re)Continuar lendo “P.I.S.T.A. #12”